Carta na manga: Neeko

0 Flares 0 Flares ×

A cada dia que se passa, o League of Legends apresenta novas estratégias e formas diferentes de se pensar o jogo, por conta da quantidade de atualizações e adições de novos personagens ao ecossistema. Agora, a bola da vez é um campeão que não ganhou tanto destaque no seu lançamento, a Neeko. A força da “Camaleoa Curiosa” é, desta vez, fora da sua posição original e, também, de suas características, com uma árvore de itens voltada a velocidade de ataque.

Para entender o porquê da itemização, é preciso analisar parte das estatísticas base do campeão e suas habilidades e comparar com as de campeões que estão presentes no meta atual:

(Fonte: FandomWiki)

Os dois pontos bases fundamentais e que serão usados para efeitos de comparações com outros campeões que atuam em posições similares são: alcance (550) e velocidade de ataque e como ele escala do nível 1 ao 18 (0.645 + 59.5%).

Os campeões que serão objetos de estudo são Sivir e Kaisa, que se mostram duas escolhas impactantes para a posição de atirador. A Sivir tem como estatísticas base de alcance 500 unidades e velocidade de ataque de 0.620 + 27.2% ao nível 18. Enquanto a Kai’sa ostenta o alcance de 540 unidades e velocidade de ataque de 0.644 + 30.6% ao nível 18.

Os números não representam muita coisa por si só, eles precisam estar inseridos dentro de um contexto: a diferença e a superioridade da Neeko nos quesitos alcance e velocidade de ataque traz um grande impacto à fase de rotas e ao decorrer da partida. A pressão e a prioridade de rota pode ser obtida através da troca constante com os ataques básicos, sem a possibilidade de devolução do adversário, levando em consideração o seu maior alcance em relação ao oponente e também a velocidade de seu ataque.

Saindo dos status base da Neeko, é preciso observar o funcionamento e o impacto de suas habilidades:

 

(Fonte: FandomWiki)

A grande nuance da Neeko voltada para a velocidade é a sua habilidade chamada de Shapesplitter, mais especificamente a sua passiva. A cada três ataques básicos, oferece um bônus de dano mágico de 50 a 170 + 60% de AP e também dispõe de um buff de velocidade de movimento de 20% 40% dependendo do nível da habilidade. Além disso, tem-se disponíveis as habilidades Emaranhado de Farpas, que enraíza os oponentes, e a sua ultimate Flor Pop, que lhe concede escudo e atordoa os inimigos. Isso dá ao campeão possibilidades de kite, utilidade, força em rota e construção de ganks.

Depois de toda a explicação em relação às habilidades e estatísticas bases, chegamos finalmente as escolhas de itens e suas justificativas. O núcleo da itemização está em torno de dois itens e uma runa forjada: Espada do Rei Destruído e Lâmina de Fúria de Guinsoo como itens e Pressione o Ataque como runa. Grande parte das escolhas subsequentes são situacionais: a maioria opta por seguir com Limite da Razão, outros com Furacão de Runaan, Canhão Fumegante e até Malho Congelado em alguns casos mais específicos.

Ao utilizar como base a itemização mais escolhida por profissionais, que consiste em Espada do Rei Destruído, Lâmina de Fúria de Guinsoo e Limite da Razão, é possível obter entre o nível onze ou quatorze, dependendo do tempo de jogo, aproximadamente 540 de bonificação de dano mágico ao terceiro auto-ataque com a ativação da passiva da habilidade Shapesplitter, passiva da Guinsoo, passiva do Limite da Razão, ativação da Espada do Rei Destruído e ativação do Pressione o Ataque.

*Cálculo executado não levando em consideração resistência mágica e armadura*

(Fonte: ProBuilds)
(Fonte: ProBuilds)

Apesar de ter sido feita acima a comparação estatística entre dois campeões da posição de atirador, a Camaleoa pode ser escolhida, também, na rota superior e no meio, principalmente no topo, com a mesma itemização e forma de jogo, porque consegue lidar muito bem com os personagens presentes no meta, como Ornn, Sion, Urgot, entre outros.

Impacto no competitivo

Um dos pontos vantajosos da presença da Neeko no competitivo será a sua força na fase de draft. No meta atual, é muito importante poder trabalhar com campeões que podem ser flexibilizados, característica que ela apresenta, pois pode ser usada em três rotas diferentes e, dependendo do enfrentamento de rota, tem a possibilidade de ser adaptada, abrindo mão dos itens de velocidade de ataque e voltando-se para poder de habilidade. A superioridade estratégica que a campeã traz para o rift é imensa e, com certeza, se tornará uma grande prioridade nesta semana, tanto no Brasil quanto ao redor do mundo.

Outro quê interessante é a prioridade de rota que ela consegue disponibilizar para a equipe. Em alto nível, ter domínio e pressão da rota é um dos conceitos mais essenciais, pois te disponibiliza a possibilidade de criar superioridade numérica em alguma outra região do mapa enquanto seu adversário preocupa-se em limpar a onda de minions ou com a sua barra de vida, por conta do out-range, citado acima.

E aí, testaram a campeã? Gostaram? Acreditam na possibilidade que ela possa aparecer a nível competitivo?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Amante do esporte que nasceu na terra da rainha | Me rendi ao eSport há oitos anos e não larguei mais.

Gabriel

Amante do esporte que nasceu na terra da rainha | Me rendi ao eSport há oitos anos e não larguei mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *